quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Retrospectiva Literária 2015


Olá pessoal!
Estamos no último dia do ano de 2015, um ano que, confesso, foi muito intenso para mim. Comecei o Ensino Médio e as responsabilidades maiores começaram bater em minha porta. Não li tudo o que esperava, por isso ano que vem espero me organizar melhor.
Então vamos rever minhas leituras desse ano que já está indo embora?

1-O primeiro livro lido do ano:
No início do ano concluí a leitura do último livro da Saga do Mago. Curiosamente, a minha primeira leitura do ano passado foi o primeiro da saga, uma coincidência que achei incrível!
Aliás, a saga é recomendadíssima para os amantes de fantasia! :D


2-O Último livro lido do ano:
Sou muito fã do Cabine Literária, canal que, se vocês não conhecem, devem conhecer logo depois de lerem essa retrospectiva. O Danilo Leonardi é o dono e criador do Cabine e autor deste livro, que foi o último que li no ano.
Não contarei sobre a estória e deixarei para a resenha que só irá ser publicada no ano que vem, ainda sem data de previsão.

3-Um livro que me fez rir:
Um minuto de silêncio para o quão engraçado é este livro. Não tem como não rir com Pat e Tiffany. Simplesmente não tem. Se vocês leram, sabem do que estou falando. 
Uma meta para 2016 é assistir o filme do livro, que não ouvi falar bem, mas vou assistir para tirar minhas próprias conclusões.


4-Um livro que me fez chorar:
Meu. Deus.
Este livro. Alguém pare este livro, por favor!
Provavelmente uma das melhores leituras do ano todo e sem dúvidas o que me fez chorar mais. 
Pensem numa pessoa desidratada depois de uma crise incontrolável de choro. Prazer, euzinha!


5-Um livro que me surpreendeu:
Eu esperava um livro bom, mas Joe Hill, meu amigo, você tá com tudo!!!
Um livro com sua boa dose de terror e drama, misturados com um bom thriller resultaram em "Amaldiçoado".
Outro que também preciso assistir a adaptação em 2016. ME LEMBREM!


6-Um livro que me decepcionou:
Sabe quando você espera um livro maravilhoso e não chega nem na pontinha do pé da sua idealização? Foi isso que aconteceu com "Corvos".
Minhas expectativas foram dilaceradas e o livro é bem "mais ou meninhos". A resenha sai ainda nesta semana.

7-Protagonista do ano:
Theodore Finch, de "Por Lugares Incríveis" ganhou meu coração! Um ótimo protagonista, não que Violet, que também protagonista do livro , não seja, mas Finch é sensacional.
Ele é engraçado, excêntrico e totalmente crível! Não consigo não colocá-lo aqui!
E, pessoas talentosas na área do desenho, vamos fazer mais fan arts de "Por Lugares Incríveis"? Por favor.

8-Coadjuvante do ano:
Ian Clarke de "Perdida", livro nacional escrito pela Carina Rissi, faz corações suspirarem por esse gentleman do século XIX.
A resenha do livro também sairá ano que vem, onde falarei mais sobre o livro. 
(Imagem ilustrativa, porém concordo com o fato deste ator representá-lo bem)

9-Casal do ano:
Eleanor e Park de "Eleanor & Park" MITAM quando o assunto é casais maravilhosos. As diferenças sociais e financeiras diferem o casal da maioria. Não há o que dizer, apenas sentir! <3

10-Melhores livros do ano:
Esses são os livros que receberam a avaliação máxima de 5 estrelas (por ordem de leitura). Clique para ser redirecionado às respectivas resenhas:
Os 13 Porquês-Jay Asher (Resenha só em 2016)

Li em 2015 35 livros.

Expectativas para 2016:
Eu quero fazer tudo mais: ler mais, estudar mais, ver mais seriados, atualizar mais o blog, ser mais saudável, etc. Vou manter a meta de 50 livros que eu nunca consigo cumprir, mas FÉ NO PAI QUE AGORA VAI!

Um ótimo 2016 para todos vocês!!!!


segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Passarinhos

Olá pessoal!! Estamos aqui com a última edição da coluna "A Mais Ouvida da Semana" de 2015!!
Eu sei que eu deveria ter postado ontem, por isso finjam que hoje é domingo, ok?

Passarinhos-Emicida ft. Vanessa da Mata


Antes eu não era, ou apenas dizia não ser, uma pessoa eclética. Hoje em dia eu ando ouvindo algumas coisas diferentes do meu estilo musical "principal", e, por meio da indicação de um amigo, ouvi essa música que gente... É maravilhosa!!!! O clipe também é sensacional! Recomendo!



sábado, 26 de dezembro de 2015

A Escola do Bem e do Mal #01-Soman Chainani

De quatro em quatro anos, duas crianças do povoado de Gavaldon são sequestradas. Uma delas vai para a escola do bem e a outra para a escola do mal. Ao irem para suas respectivas escolas, elas estudam e são treinadas para participarem de um conto de fadas, cada um com seu respectivo papel de acordo com suas notas na escola.

Sophie acha que tem tudo para ser uma princesa: é delicada, se veste bem, tem a pele super hidratada, usa "roupas de princesa", etc. Além disso, ela acha que fazer caridades como distribuir para a cidade seus cremes para o rosto vai fazê-la uma boa menina. Uma de suas caridades é ser amiga de Agatha, que é totalmente seu oposto.

Diferentemente de Sophie, Agatha não é delicada, não se veste como uma princesa, seu cabelo é oleoso e ela vive próxima a um cemitério. Todos na cidade têm a plena certeza que, caso ela seja sequestrada pelo Diretor da Escola, ela irá para o mal, afinal, ela tem tudo para ser uma bruxa.

Acontece que, na noite do sequestro, as duas amigas são sequestradas juntas, entretanto algo inesperado acontece: Agatha vai para o bem e Sophie para o mal, sendo que, aparentemente, deveria ser o contrário. Provavelmente foi um erro.

Ou será que não?

Contos de fadas estão presentes na vida de quase todo mundo, isso é fato. Quem não conhece as histórias da Branca de Neve, Cinderela, Aladim, Bela e a Fera...? Imagina que louco seria se todos eles fossem interpretados na vida real e as pessoas fossem treinadas para isso? É mais ou menos isso que acontece nas escolas do bem e do mal.

As duas protagonistas são leitoras comuns, como nós. Isso foi um ponto bem legal do livro, afinal, quem nunca quis ser, pelo menos uma vez, personagem de um conto de fadas ou de qualquer estória?

O livro é, obviamente, indicado para o povo mais jovem, que ainda não possui tanta experiência literária, entretanto, me surpreendeu com sua riqueza de detalhes. Os valores contidos no livro e as lições que ele passa são incríveis e de caráter altamente educativo. Vale a pena ler! ;D

------------

Título: A Escola do Bem e do Mal
Autor: Soman Chainani
Editora: Gutenberg
Nº de páginas: 352
Avaliação: Bom (3/5)
Skoob | Orelha de Livro

"No povoado de Gavaldon, a cada quatro anos, dois adolescentes somem misteriosamente há mais de dois séculos. Os pais trancam e protegem seus filhos, apavorados com o possível sequestro, que acontece segundo uma antiga lenda: os jovens desaparecidos são levados para a Escola do Bem e do Mal, onde estudam para se tornar os heróis e os vilões das histórias.
Sophie torce para ser uma das escolhidas e admitida na Escola do Bem. Com seu vestido cor-de-rosa e sapatos de cristal, ela sonha em se tornar uma princesa. Sua melhor amiga, Agatha, porém, não se conforma como uma cidade inteira pode acreditar em tanta baboseira. Ela é o oposto da amiga, que, mesmo assim, é a única que a entende. O destino, no entanto, prega uma peça nas duas, que iniciam uma aventura que dará pistas sobre quem elas realmente são."
(Skoob)



sábado, 19 de dezembro de 2015

Netflix compra direitos da série "Shadowhunters"


A Netflix anunciou que comprou os direitos de exibição da série baseada em “Os Intrumentos Mortais", da autora Cassandra Clare.

Confira o teaser:



Eu só li o primeiro livro da série e não continuei, mas acho que vou assistir a série mesmo assim. Confira minha resenha do livro AQUI. Quando eu li parecia um livro maravilhoso, mas logo depois percebi que, na realidade, não tinha sido aquilo tudo.

O primeiro episódio estará disponível no catálogo da Netflix a partir do dia 13 de janeiro de 2016

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Para Onde Ela Foi-Gayle Forman

Esta resenha contém spoilers do livro "Se Eu Ficar". Para ler a resenha do primeiro livro clique AQUI.


Se você leu "Se Eu Ficar" (e eu realmente espero que você tenha lido. É sua última chance de não tomar uma chuva de spoilers.), você deve lembrar que o livro termina com a Mia acordando do coma na presença do seu namorado Adam.

Então, Para Onde Ela Foi se passa um ano depois desse ocorrido. Mia está na Juilliard, a faculdade de música, e Adam está fazendo muito sucesso com a sua banda. Entretanto, os dois não estão mais namorando. Mia terminou com Adam pouco tempo depois de ter acordado do coma e, desde então, eles não se falaram mais.

Depois disso, Adam mudou bastante: ele fuma, é estourado e ansioso e toma muitos remédios. Ele está prestes a fazer uma turnê do seu novo disco, entretanto não está tão feliz com isso. Quando está andando por Nova York, vê uma placa de um concerto de Mia, quem ele nunca deixou de pensar. 

Ao se encontrarem depois do concerto, os dois precisam conversar, responder e compreender as dúvidas que ainda estavam no ar e, quem sabe, até mesmo tentar uma reconciliação.

"Quem quer que diga que o passado não está morto voltou no tempo. É o futuro que já está morto, já acabado. Essa coisa toda foi um engano. Não vai me deixar rebobinar. Ou desfazer os erros que cometi. Ou as promessas que fiz. Ou tê-la de volta. Ou ter a mim mesmo de volta."
Página 124

Se vocês leram minha resenha sobre "Se Eu Ficar" sabem que eu não achei lá aquelas coisas, mas, mesmo assim, arrisquei em ler a continuação, que, para mim, não foi surpreendente nem decepcionante, apenas o esperado.

Diferentemente do primeiro livro, este é narrado por Adam ao invés de Mia, o que eu achei muito legal, pois mostra o ponto de vista dele atualmente e também na época do acidente. O amadurecimento e mudança do casal é incrível, pois desmanchou aquele casalzinho perfeitinho do primeiro livro.

A diagramação por dentro é maravilhosa, com as notas musicais em todas as páginas, mantendo o estilo original. Mas gente... Essa capa machuca meu coração fortemente! Nada a ver, Novo Conceito!

Mesmo não tendo achado o livro 1 sensacional, achei interessante ter lido a continuação, pois muitas dúvidas são respondidas e tudo "se fecha", mesmo que siga o mesmo ritmo do primeiro.

"(...) - Sua boboca. (...) Você não me divide. Você me tem."
Página 210

------------

Título: Para Onde Ela Foi
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Nº de Páginas: 240
Avaliação: Bom (3/5)

"Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce."
(Skoob)






domingo, 13 de dezembro de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Survivor


Olá pessoal, tudo bom? Já estão de férias? Quem, como eu, ainda não está, vamos curtir uma musiquinha para aliviar a tristeza de ter que voltar à rotina amanhã?

Survivor-Clarice Falcão


Fazem alguns anos que já acompanho o trabalho da Clarice e, como uma grande fã, fui assistir seu novo clipe. A música ficou ótima, o clipe ficou sensacional e a letra da música é incrível. Puxo o saco mesmo, mas, na minha opinião, todos deveriam ouvir! :D

Espero que tenham gostado


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Wishlist #55

Olá pessoal, tudo bom?
Vamos conferir os livros que estão na minha lista de desejos? O natal está chegando e, para ser uma Wishlist especial, colocarei um livro de bônus! :D

"Selva de Gafanhotos", de Andrew Smith
Publicado pela Editora Intrínseca


"Na pequena cidade de Ealing, Iowa, Austin e seu melhor amigo, Robby, libertam acidentalmente um exército incontrolável. São louva-a-deus de um metro e oitenta de altura, completamente tarados e famintos. Essa é a verdade. Essa é a história. É o fim do mundo e ninguém sabe o que fazer.
Com todos os elementos obrigatórios de um romance apocalíptico, Selva de gafanhotos mistura insetos gigantes, um cientista louco, um fabuloso bunker subterrâneo, um mal resolvido triângulo amoroso-sexual e muita, muita confusão, e está longe de tratar apenas do fim do mundo.
Engraçado, intenso e complexo, o livro fala de um jeito inovador de adolescência, relacionamentos, amizade e, claro, de temas um tanto mais inusitados, como testículos dissolvidos e milho modificado geneticamente. Um romance surpreendente sobre a odisseia hormonal, amorosa e intelectual que é essa fase da vida."

Muitos comentários positivos e negativos estão rondando este livro, mas a estória me interessou e quero tirar minhas próprias conclusões. Ainda não decidi se gostei ou não dessa capa cor de marca-texto! ahauhau

"A Febre", de Megan Abbott
Publicado pela Editora Intrínseca


"Na Escola Secundária de Dryden, Deenie, Lise e Gabby formam um trio inseparável. Filha do professor de química e irmã de um popular jogador de hóquei da escola, Deenie irradia a vulnerabilidade de uma típica adolescente de 16 anos. Quando Lise sofre uma inexplicável e violenta convulsão no meio de uma aula, ninguém sabe como reagir.
Os boatos começam a se espalhar na mesma velocidade que outras meninas passam a ter desmaios, convulsões e tiques nervosos, deixando os médicos intrigados e os pais apavorados. Os ataques seriam efeito colateral de uma vacina contra HPV?
Envoltos em teorias e especulações, o pânico rapidamente se alastra pela escola e pela cidade, ameaçando a frágil sensação de segurança daquelas pessoas, que não conseguem compreender a causa da doença terrível e misteriosa."

O livro tem tudo para ser ótimo, embora os comentários e avaliações sobre ele não sejam os melhores. Como disse acima, prefiro tirar minhas próprias conclusões.

"A Garota no Trem", de Paula Hawkins
Publicado pela Editora Record


"Um dos maiores fenômenos editoriais dos últimos tempos, o thriller psicológico The Girl on the train, de Paula Hawkins, surpreendeu até mesmo seus editores e a própria autora, nascida e criada no Zimbábue, que vive em Londres desde os 17 anos: em menos de um mês, o livro – que vem sendo comparado pela crítica a uma mistura de Garota exemplar e Janela indiscreta – ultrapassou a impressionante marca de 500 mil exemplares vendidos e alcançou o primeiro lugar nas listas de mais vendidos em todos os países em que foi publicado (Reino Unido, Irlanda, EUA e Canadá) desde seu lançamento em janeiro. A trama, que gira em torno do desaparecimento de uma jovem mulher, com três narradoras femininas duvidosas, conquistou fãs como o mestre do mistério Stephen King, que publicou em sua conta do Twitter que o “excelente suspense” o manteve acordado a noite inteira: “a narradora alcoólatra é mortalmente perfeita”.
O livro segue uma linha de recentes sucessos literários de uma nova geração de autoras que vem redefinindo as convenções do gênero policial, com personagens femininos complexos que fogem do estereótipo de vítimas ou megeras, e tramas que criam suspense a partir de evoluções psicológicas sutis e dinâmicas ardilosas do casamento e relacionamentos."

Ultimamente tenho me interessado bastante por livros que saem da minha zona de conforto e esse livro parece interessantíssimo! Nem preciso dizer que QUERO.

"Social Killers", R. J. Parker e J. J. Slate
Publicado pela Editora Darkside


"Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente verdadeiro. Seus autores, RJ Parker e JJ Slate, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia.
Parker e Slate deixam claro que esse não é um fenômeno novo. Muito antes da internet, criminosos usavam classificados de jornal para descobrir e atrair suas presas. Mas o anonimato da web permite que cada vez mais lobos usem roupas de cordeiro nas suas fotos de perfil.
Mas existe luz no fim do túnel. Analisando mais de trinta casos famosos, os autores demonstram como as forças da lei estão usando, com sucesso, as novas ferramentas de comunicação para investigar e prender foras da lei e desmantelar quadrilhas. E ainda ensinam dicas de segurança. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um alerta para todos nós, que passamos tanto tempo conectados."

De todos os livros dessa lista, esse é o que eu mais quero, como também é o  mais diferente dos livros que eu costumo ler. É um assunto que me interessa bastante e estou louca para ler esse livro. Prevejo Rafaela ficando paranoica com novas solicitações... Ahuahua

Espero que tenham gostado! :D



domingo, 29 de novembro de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Drag Me Down


Olá pessoal, tudo bom? Preparados para curtir uma musiquinha?

Drag Me Down-One Direction


Meu conhecimento sobre One Direction nunca foi lá aquelas coisas, mas gente, essa música ganhou meu coração! *u* Dá pra ver que eles evoluíram bastante desde "What Makes You Beautiful". 




sexta-feira, 27 de novembro de 2015

#seriando: Sense8


Olá pessoal, tudo bom? Estamos aqui com mais um #seriando!! Yaay! \o/
Hoje vou falar de Sense8, série original da linda e amada Netflix e que foi lançada neste ano, causando grande repercussão. Então eu fui assistir, é gente... É MUITO LEGAL!

A série conta sobre oito sensates (Sense 8=Sense eight=Sensate. Entenderam o trocadilho?), ou seja, pessoas que tem suas capacidades sensoriais evoluídas. Os oito tem ligação entre si, muitas vezes "entrando" um na mente do outro.

Um dos pontos que eu achei muito legais é que cada um é de uma parte do mundo e possuem realidades bem diferentes um do outro, como por exemplo um homem sentir a tão famosa TPM ou alguém que nunca tenha voado de avião sentir a sensação de voar.

A primeira temporada gira em torno das descobertas dos sensates, suas ligações um com o outro e porque isso acontece. Também eles estão sendo perseguidos por pessoas denominadas "Whispers", que ameaçam a vida dos sensates, então eles precisam ajudar uns aos outros para não serem pegos pelos tais Whispers.

A segunda temporada já foi confirmada e eu estou bastante ansiosa, embora eu tenha medo que estraguem a série, então gente, vamos caprichar aí!

Uma coisa que é bom ressaltar é que esta não é (definitivamente NÃO É) uma "série família". A cheira tem muitas cenas explícitas (MUITO MESMO)! Se a mãe de vocês pegarem vocês assistindo e pensarem que é um porn, não digam que eu não avisei! Ahuahauha

Dados Gerais


Gênero (s): Ficção Científica; Drama.
Duração: entre 45 e 66 minutos (episódio)
Temporadas: 1 (2015)
País de Origem: Estados Unidos
Classificação Indicativa: 18 anos



Fontes: Wikipedia; Adoro Cinema; Filmow.
Imagens: Google Imagens



segunda-feira, 23 de novembro de 2015

A Batalha do Apocalipse-Eduardo Spohr

"No sétimo dia, Deus já havia terminado a obra que determinara; nesse dia descansou de todo o trabalho que havia realizado." (Sim, eu pesquisei na Bíblia.)
Quem nunca ouviu falar disso? Pois então... o descanso de Deus não está sendo de um dia como em nossas contagens, e ele ainda está adormecido. Quem está comandando o céu é o arcanjo Miguel, e digamos que ele não esteja fazendo o melhor dos trabalhos. 

Miguel tem ciúme de todos os humanos e quer matá-los a qualquer custo, mas nada dá certo.E Lúcifer... bom, é Lucífer/Diabo/Satanás/Capiroto/Tinhoso/outros nomes, e bom, vocês sabem mais ou menos como ele é, eu suponho.

Ablon é um anjo renegado que foi expulso do céu por não concordar com as ideias de Miguel, e, recentemente, recebeu um convite de Lucífer para se juntar a ele. Tudo isso é sinal de que o apocalipse se aproxima: os humanos estão prestes a começar a Terceira Guerra Mundial. É o juízo final, e Ablon pode ser a chave para tudo isso. 

"A Batalha do Apocalipse" é um livro repleto de mitologia, anjos, demônios e batalhas, além disso, muitos fatos históricos.

"(...) Eram tão diferentes -  o celestial e a terrena -  e ao mesmo tempo tão parecidos. Ambos fugiram da opressão e descobriram por si os próprios valores. Não procuravam a guerra, o ódio ou a dor. Só desejavam a paz, mas suas trajetórias os lançaram à violência, a uma vida de aventuras que, embora excitante, nada tinha de agradável."
Página 92

Há anos esse livro estava lá na minha estante sendo ignorado, após uma tentativa frustada de lê-lo. Eis que surge a Lane, do Amo Livros e Filmes me propondo um desafio para lê-lo em 15 dias (coisa que não deu certo, mas vamos ignorar essa parte). Logo explicarei como esse desafio funciona.

Quando comecei a leitura nem parecia o mesmo livro de anos atrás. Eu estava superanimada e ansiosa para continuar até que vem um flashback maroto me dando um coice na cara e atrasando a leitura. Os flashbacks constantes estragam o clima do livro bem no momento em que não devem, mas, infelizmente, eles são essenciais para o melhor entendimento.

Gostaria de mais aprofundamento nas personagens e menos foco em descrições de cenário. É uma pena, pois é um livro com um potencial enorme, mas essas pequenas falhas deixavam o livro cansativo. Pelo Skoob dá pra ver que as opiniões são bem divididas: uns amam, outros odeiam. Felizmente, fiquei neutra. Não é um livro maravilhoso, porém não é péssimo.

O livro é legal, mas bastante arrastado. É uma literatura épica, uma boa tentativa de um estilo Tolkien, porém com anjos.

------------

Título: A Batalha do Apocalipse
Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus
Nº de Páginas: 586 (Edição Econômica)
Avaliação: Bom (3/5)

"Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.
Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.
Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense."
(Skoob)



quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Lana Del Rey Book Tag


Oi pessoal! :D
Não sei se vocês sabem, mas Lana Del Rey é uma das minhas cantoras favoritas EVER! Eu adoro as músicas dela e ela é maravilhosa.
Vi, então, a Lana Del Rey Book Tag no blog Menina da Bahia e me senti na obrigação de respondê-la aqui no blog.
Vamos lá?

1. National Anthem- Um Clássico: 
R: O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

2. Born To Die- Um livro que o(s) protagonista(s) morre(m):
R: A Culpa é das Estrelas, John Green

3. Ride- Um livro que se passe na estrada:
R: Por Lugares Incríveis, Jennifer Niven

4. Florida Kilos- Um livro ambientado na Flórida:
(Não achei a resposta.)

5. Young & Beautiful- Um livro sobre juventude:
R: As Vantagens de Ser Invisível, Stephen Chbosky

6. Without You- Um livro que não dá pra viver sem:
R: Toda a saga Harry Potter, da J.K. Rowling <3

7. Shades Of Cool- Um livro com uma história de amor complicada:
R: Amigos Inimigos, Vanessa Martinelli

8. Summertime Sadness- Um livro que tenha passado no Verão: 
R: A Última Música, Nicholas Sparks

9. Dark Paradise- Um livro que te deixou triste: 
R: Quem é você, Alasca?, John Green (São tantos! ;-;)

10. Cola- Um livro ousado: 
(Não achei a resposta.)

11. Gods & Monsters- Um livro com personagens marcados (emocionalmente) durante a vida:
R: Mar da Tranquilidade, Katja Millay

12. Lolita- Um livro que te marcou:
R: Extraordinário, R.J. Palacio

13. Million Dollar Man- Um livro com protagonista milionário:
R: Crepúsculo, Stephenie Meyer (Sim, é ao Edward que me refiro.) (Só leio livro com personagem humilde)

14. This Is What Makes Us Girls- Um livro feminista:
(Não achei resposta)

15. Music To Watch Boys To-Um livro sobre atração à primeira vista:
R: A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, Jennifer E. Smith


Espero que tenham gostado e sintam-se à vontade para responder! :D




domingo, 8 de novembro de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Lean On

Olá pessoal, tudo bom?
Hoje vim trazer mais uma música para vocês curtirem. Let's go!

Lean On (feat. MØ)-Major Lazer & DJ Snake


Já conheço a música faz um tempinho, mas não sei o que me deu essa semana que eu tinha vontade de ouvi-la toda hora. Provavelmente não é nenhuma novidade para vocês, mas se você não conhece, espero que goste.


Beijos


sábado, 7 de novembro de 2015

O que eu li em... Outubro|2015

Olá pessoal, tudo bom?
Estou com mais tempo livre, e consequentemente poderei postar mais. ALELUIA! Então, se tudo der certo, o ritmo do blog vai voltar ao normal. Entretanto, estou com um grande bloqueio criativo e não sei o que postar, então, se você tiver alguma sugestão de post (não necessariamente sobre livros), podem me sugerir pelos comentários, e-mail, Twitter e Fan Page do Facebook. (Tudo isso está na aba "contatos")
Enfim, sem mais delongas, vamos ver o que eu li em Outubro? Já adianto que foi um mês relativamente produtivo no quesito leituras! :D

A minha primeira leitura concluída de outubro foi A Teoria de Tudo, uma biografia escrita por Jane Hawking relatando sua vida com o seu marido, o físico Stephen Hawking.

O livro não foi aquela coisa toda, pois eu esperava muito mais dele. Sem contar que a narrativa é beeem arrastada.

Confira maiores detalhes e minha opinião completa AQUI


Theodore Finch e Violet Markey se encontram na torre da escola, prestes a se jogarem de lá. Após o "clima suicida" quebrar, eles devem fazer um trabalho de geografia onde eles devem visitar vários lugares de Indiana.

Eu gosto muito de livros YA, mas quando se trata de um assunto tão sério como o suicídio eles me interessam mais ainda. (É sério, tenho mais dois livros sobre suicídio pra ler!) Eu simplesmente AMEI Por Lugares Incríveis, minha segunda leitura do mês. Provavelmente um dos melhores livros lidos no ano!

Confira maiores detalhes e minha opinião completa AQUI.

O que o desejo de passar na faculdade não faz com as pessoas, não é mesmo?
Há poucas semanas eu prestei uma prova que faz parte de um vestibular seriado para uma instituição que fica aqui perto da minha cidade e iriam cair coisas específicas sobre este livro.

Só que tem um porém: eu não sou uma grande fã de poemas e este É um livro de poemas. Então vocês já devem ter imaginado que minha nota não foi muito boa. (Dei duas estrelinhas )




Legend foi a quarta leitura do mês. É uma distopia futurista onde um menino da favela, Day, tem seu destino cruzado com o de June, uma menina de classe alta que teve seu irmão assassinado por... DAY?

Eu gosto muito de distopias, e essa também é muito legal! Quem é fã de Jogos Vorazes, Divergente e afins vai gostar! :D

Confira maiores detalhes e minha opinião completa AQUI.




Minha quinta e última leitura do mês foi Para Onde Ela Foi, continuação do sucesso Se Eu Ficar da autora Gayle Forman.

Não vou contar muitas coisas sobre o livro por conta dos spoilers, mas já adianto que se passa alguns anos depois do acidente de Mia e é narrado pelo Adam, namorado da Mia.

A resenha sairá em breve, mas enquanto isso você pode ler minha resenha sobre o primeiro livro clicando AQUI.




O que eu estou lendo...

Estou lendo "A Batalha do Apocalipse", livro que se encontrava abandonado na minha estante e que eu nem tinha mais pretensões de lê-lo este ano. (Futuramente eu conto para vocês o que me fez lê-lo. ;D)

E olha... Estou gostando bastante! Nem parece aquele livro que eu tinha começado aos meus 12 ou 13 anos e tinha achado tremendamente chato.







Então é isso, pessoal! Me contem abaixo quais foram suas leituras do mês passado! ^_~
Beijos,



sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Legend-Marie Lu

Os Estados Unidos está virado de cabeça pra baixo. Ou melhor, ele nem existe mais. Sua costa oeste se chama "República" e é onde se passa essa estória. Na República, ao completar 10 anos, toda criança precisa passar por uma prova, onde quem passa tem direito às melhores instituições de ensino, enquanto quem é reprovado vai para os chamados "campos de trabalho", onde, na verdade, as crianças são mortas.
Porém, tudo isso é uma fraude: apenas as crianças ricas possuem sucesso na Prova, enquanto as mais humildes ficam com médias baixíssimas ou até mesmo reprovam.

Day é um jovem da favela, que, a princípio, reprovou na prova. Ele tem quinze anos e, mesmo com a pouca idade, é o criminoso mais procurado da República.

Do outro lado da estória temos June, uma menina do lado rico da República. Seus pais morreram há algum tempo e ela vive com seu irmão mais velho Metias.

Seus destinos se cruzam quando, em uma fuga de Day, Metias acaba sendo morto e June agora está  possessa e com um forte desejo de vingança. Sua meta, agora, é encontrar Day e fazê-lo sofrer tanto quanto seu irmão. Mas, afinal, será que Day é o real culpado de tudo isso?


"Minha mãe costumava ter a esperança de que eu renasceria de minhas humildes raízes, de que me tornaria bem-sucedido e até famoso.
Famoso eu sou, mas não da forma que ela tinha em mente."
Página 27

Depois que você lê muitas distopias, a maioria delas acabam ficando parecidas entre si, repetitivas e sem muitas novidades. Com Legend não foi diferente, mas mesmo assim me encantei com um livro. Embora as previsibilidade dos fatos seja grande, o choque entre as realidades de Day e June deixou a estória bastante original e interessante.

A diagramação do livro é maravilhosa! As páginas são decoradas e a capa é muito bonita, não só a de Legend, mas da trilogia inteira (aliás, um obrigada especial à Fábio, Nathi e Val que me deram a trilogia de presente. Me digam, como não amá-los?)! A Rocco, como geralmente faz, arrasou na diagramação desse livro!

A narrativa é em primeira pessoa, intercalando entre June e Day. Para variar, não gostei de um dos dois, e esse lindo prêmio de personagem chata pra caramba vai pra June! Menina, por favor, melhore!
Day, por outro lado, é amor! E Metias, embora não participe tanto da estória, é maravilhoso!

Se você gosta de distopias, não deixe de ler Legend! Garanto que irá gostar! :D

"Se você quiser se rebelar contra o sistema, faça-o de dentro dele. isso é muito mais forte do que se rebelar estando fora do sistema. E se você escolher se revoltar, leve-me com você."
Página 204

-------------

Título: Legend
Autora: Marie Lu
Editora: Rocco
Nº de Páginas: 256
Avaliação: Muito Bom (4/5)

"Trilogia distópica que vem conquistando os fãs de Jogos Vorazes e Divergente, a série Legend é ambientada na República, instalada numa região outrora conhecida como costa oeste dos Estados Unidos, e conta a história de June, uma garota de 15 anos nascida numa família de elite e que possui impressionantes habilidades militares, e Day, um garoto pobre considerado o criminoso mais procurado do país. Quando o irmão de June é assassinado, os caminhos desses dois jovens de origens distantes se cruzam, dando início a uma trama de forte conteúdo político e repleta de ação, reviravoltas e romance."
(Skoob)





sábado, 24 de outubro de 2015

Por Lugares Incríveis-Jennifer Niven

Theodore Finch sempre foi o esquisitão do colégio. Sempre se metia em confusões, era perseguido pelos valentões do colégio, sofria com um pai violento e sua família não se importa muito com o que ele faz ou deixa de fazer. Somando tudo isso, Finch lida com a depressão e com o constante desejo de morrer.

Violet Markey sempre foi o oposto disso: era popular, bem aceita por todos, tinha um futuro planejado e até namorava com um dos rapazes cobiçados do colégio. Tudo isso foi por água abaixo quando sua irmã, Eleanor, sofreu um acidente de carro e morreu. A partir disso, Violet começou a contar os dias para o ano letivo acabar e se afastou de todos.

Em uma das tentativas de suicídio de Finch, onde ele tenta pular da torre da torre do colégio, ele encontra Violet, que também está prestes a pular. Acaba, então, que Finch acaba salvando a vida de Violet, embora o que eles contem aos outros é o contrário disso.

Após formarem uma dupla para um trabalho de Geografia, eles começam a conhecer lugares de Indiana juntos e veem que, um com o outro, eles podem ser eles mesmos.

"Pego a mão dela e juntos saltamos no ar. E neste instante não tenho medo de nada a não ser de soltar sua mão."
Página 191

Eu adoro YA, e isso não é segredo para ninguém. Por Lugares Incríveis é mais um dos livros desse estilo que eu li, e cara, ele é muito legal! Sério, já vou adiantando: o livro é ótimo, talvez uma das melhores leituras do ano.

A depressão, um problema cada vez mais frequente, é tratado de uma forma muito legal e real no livro.  Todos os problemas das personagens são muito bem escritos, como também suas características.

Provavelmente você previu que um romance entre os protagonistas vai ocorrer, e ele foi tão bem feito como o resto do livro. Sem melosidades demais e nem muito mimimi, o romance ficou muito realista e nos faz querer estar no lugar deles.

Finch e Violet são sensacionais! Me identifiquei com Violet em alguns pontos, mas foi Finch quem roubou meu coração. Sabe aquele personagem que você tem o desejo de ser amigo? Então, esse é o caso de Theodore Finch. .

Concluindo: O livro é ótimo! Quem gosta desse estilo literário tenho certeza que vai adorar, e creio que até mesmo quem não curte muito pode gostar. :D

"Ela é oxigênio, carbono, hidrogênio, nitrogênio, cálcio e fósforo. Os mesmos elementos que estão dentro de todos nós, mas não consigo parar de pensar que ela é mais que isso e que tem outros elementos dos quais ninguém nunca ouviu falar, que a tornam diferente de todas as outras pessoas."
Página 199

------------

Título: Por Lugares Incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Nº de Páginas: 336
Avaliação: Ótimo (5/5)

"Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver.
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los."
(Skoob)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leitores!

Todos os textos são feitos por nós, não copie sem por os devidos créditos! Plágio é crime!. Tecnologia do Blogger.

Newsletter

Arquivo

Rafa está lendo

Siga-nos