domingo, 29 de março de 2015

A Mais Ouvida da Semana-National Anthem


Olá pessoal, tudo bom?
Hoje venho (enfim) com mais uma edição d'A Mais Ouvida da Semana! \o/

National Anthem-Lana Del Rey


Ouvi muito Lana Del Rey não apenas na última semana, mas no último mês inteiro! National Anthem foi a música que eu mais ouvi dela e acho que essa música se transformou na minha favorita dela. (:

Espero que tenham gostado!
Boa semana! ;D


sexta-feira, 27 de março de 2015

#seriando: Death Note


Olá pessoal, tudo bem?

Hoje o #seriando vai ser um pouquinho diferente porque hoje eu não irei falar de um seriado em si, mas sim de um anime, que são, basicamente os desenhos animados japoneses. Mesmo que seja em desenho, não deixa de ser um seriado, e aqui no Eu + Livros a gente é contra o preconceito! hahaha
Mas chega de lenga-lenga, vamos falar de Death Note?

Death Note é um anime baseado em uma série de mangá escrita por Tsugumi Ohba. A estória gira em torno de Light Yagami, um adolescente que vai muito bem nos estudos que, certo dia, descobre um caderno chamado "Death Note". Esse caderno nem o poder de matar pessoas apenas se a pessoa pensar no rosto da vítima e escrever seu nome.
Light, então, começa a matar criminosos, achando que assim ele irá limpar o mundo de todas as pessoas más que existem nele.

Até que, um detetive chamado L vem para contrariar os planos de Light, e irá investigar o caso à fundo para saber quem está por trás de tudo isso. Não posso deixar de dizer que L é meu personagem favorito do anime! <3

Então o anime girará em torno da briga acirrada entre L e Light. Os dois personagens são inteligentíssimos e muito (MUITO MESMO) parecidos!

As outras personagens que compõem o "elenco" também são ótimos! Aquele personagem que você considerou inútil pode ser a "chave" de tudo no final do anime.

E pessoal, Death Note não é desenho para crianças! Não chega à ser um desenho impróprio, pois não tem hentai e nem coisas do tipo, mas de certa forma é bem violento. Então, muito cuidado! Hahaha

O anime é bem curto, tendo apenas 37 episódios, de aproximadamente 20 minutos ao todo. Se interessou? Então está esperando o quê para ir logo assistir?

Dados Gerais


Gênero: Sobrenatural; Suspense.
Duração: aprox. 20 minutos (episódio)
Temporadas: 2
País de Origem: Japão
Classificação Indicativa: 16 anos


Fonte (s): Wikipedia; Yahoo
Imagens: Google Imagens

quinta-feira, 26 de março de 2015

As primeiras impressões de... A Playlist de Hayden

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje mesmo recebi um presentinho da Editora Novo Conceito: uma prova do livro "A Playlist de Hayden", que será lançado no dia 6 de abril.

Antes de tudo, não posso deixar de falar sobre essa capa que é LINDA! Quando eu vi o conteúdo dentro do envelopinho, eu pirei só de ver a capa, mesmo sem saber muita coisa sobre a estória.

Bom, o melhor amigo de Sam, Hayden, se suicidou, e, obviamente, Sam está deprimido e até sentindo-se um pouco culpado pelo ocorrido.

As únicas coisas que Hayden deixou para Sam é um pendrive com uma playlist de músicas e um bilhete escrito:

"PARA SAM. OUÇA. VOCÊ VAI ENTENDER."

Com essas poucas pistas, Sam tentará entender tudo que há por trás do suicídio de Hayden.

Chorei do início ao fim dos 8 capítulos que a Novo Conceito me mandou, pois o suicídio é um assunto muito delicado mesmo. Outra coisa que me deixou ainda mais tocada com o livro é que Sam e Hayden são MUITO parecidos com dois amigos meus, então eu ficava pensando toda hora: "E se fulano fizesse isso? E se eu tivesse no lugar do Sam? "

Claaaaaro que não é novidade pra ninguém que eu estou doida para saber o desfecho dessa história! *-*

Beijooooooos


segunda-feira, 23 de março de 2015

Eleanor & Park-Rainbow Rowell

Estamos na década de 80 e iremos conhecer Eleanor e Park, dois jovens de 16 anos que são completamente diferentes um do outro, mas que irão provar para o mundo que estão livres de padrões e rótulos impostos pelos outros.

Eleanor não tem, de jeito nenhum, a aparência considerada "bonita" pelos outros: ela se veste frequentemente com roupas masculinas, não é magra, tem sardas e seu cabelo é ruivo, cacheado e bagunçado. Sua condição financeira não é nada favorável, seu padrasto é horrível e ainda tem vários irmãos.

Park, por outro lado, é um "meio-coreano" de classe média, muito inteligente e bem diferente dos outros adolescentes. Ele tem uma vida tranquila, um irmão mais novo e uma mãe atenciosa. O único problema em sua vida familiar é sua relação com o pai, já que ele tem a personalidade oposta à de Park.

Park está sentado no seu lugar do ônibus escolar, tranquilo e sereno, quando ele avista Eleanor pela primeira vez. Claro que a menina já é alvo das línguas venenosas do pessoal do ônibus, sendo atingida por várias humilhações. Park decide fazer a boa ação do dia e ceder o lugar vago que tem ao seu lado, e é aí que tudo começa...

Após perceber que Eleanor lê seus gibis com o canto dos olhos, Park começa à emprestá-los para Eleanos, mesmo sem eles nunca terem conversado. Aos poucos a amizade vai ficando mais forte, se transformado num lindo e verdadeiro amor. Pena mesmo é saber que muitas coisas ainda estão para chegar, coisas que poderão atrapalhar o futuro dessa linda relação.

"Atrasou-se para o almoço, o que a fez se atrasar para a aula de Inglês. E, também se ela ainda não tivesse sacado que estava gostando daquele mestiço idiota maldito, acabou descobrindo."
Página 58

O que falar desse livro? Realmente não sei! Como dizer que um livro é maravilhoso sem parecer chata demais?

Bom, para começar, preciso perguntar: tem como não amar essa capa? Ela é linda!

Tanto Eleanor quanto Park são dois personagens difíceis de não serem gostados, já que os dois têm personalidades cativantes. Os detalhes do livro e a boa construção das personagens foi o que valorizou a obra. As referências geeks e musicais que também estão presentes no livro são sensacionais!

Não é um livro perfeito, não pensem assim! A autora cometeu um e outro deslize durante o desenrolar da estória, mas nada que tenha atrapalhado demais.

O final é bem tenso e extremamente dolorido para o leitor que se apegou realmente à história. Terminei o livro chorando litros, e não me envergonho disso! Hahaha

Eleanor & Park é um livro que pode ser lido até por quem não é tão acostumado com romances, já que é uma estória que pode realmente acontecer em nossos dias atuais. Não consigo dar outra nota que não seja cinco estrelinhas!

------------

Título: Eleanor & Park
Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Nº de Páginas: 328
Avaliação: Ótimo (5/5)

"Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo."
(Skoob)



quinta-feira, 19 de março de 2015

Livro vs. Filme-Se Eu Ficar


Olá pessoal! Tudo bom?

Hoje venho falar sobre a adaptação cinematográfica de "Se Eu Ficar", livro e filme que bombaram no ano de 2014. Vamos conferir?

Se Eu Ficar conta a estória de Mia, uma adolescente violoncelista muito talentosa. Logo no início do filme e do livro, presenciamos o acidente de carro que ela, seus pais e seu irmão mais novo sofrem. Mia se espanta ao saber que está em coma, e consegue ver tudo ao seu redor (inclusive seu próprio corpo) como se fosse uma fantasma.

Mia fica entre a vida e a morte, e em 24 horas caberá à ela escolher se permanecerá viva ou se irá partir "dessa pra melhor". Enquanto a protagonista vai decidindo o que irá acontecer com ela, vamos vendo flashes de sua vida antes do acidente, sua relação com a família e o relacionamento turbulento com seu namorado rockeiro Adam, que, embora o pôster do filme sugira isso, não é o foco principal da história. (Para saber mais, clique AQUI.)

Se você leu minha resenha, sabe que eu gostei do livro mas não foi láaaaa aquelas coisas para mim. A estória de Se Eu Ficar é triste sim, mas você vai rir bastante, principalmente durante o filme.

As personagens foram bem representadas e a atuação da Chloe Grace Möretz ficou muito "Mia", o que é ótimo, claro!
Os pais de Mia, como no livro, roubam o foco em todas as cenas em que eles aparecem, já que eles são supeeeer divertidos e engraçados. Não tem como não amá-los, sério mesmo!

As perguntas que não querem calar são:
Ficou uma boa adaptação? SIM, muito!
É bem fiel? DEMAIS.
Vou ter as mesmas emoções que tive lendo o livro? Provavelmente.

Embora eu não tenha gostado tanto assim do livro, não tenho como falar mal da adaptação, que ficou ótima, creio que uma das melhores que eu já assisti!


Nota do Livro: 3/5
Nota do Filme: 3/5
TEMOS UM EMPATE AQUI!! uhu



segunda-feira, 16 de março de 2015

O Clã dos Magos-Trudi Canavan

Em Imardin, todos os anos os magos vão às ruas em um evento chamado Purificação, que serve para "purificar" a cidade de criminosos entre outros. A classe mais pobre obviamente odeia a Purificação e consequentemente odeia os magos também.

Sonea é uma "favelada" (esse é o termo usado no livro, por favor, não me apedrejem). É orfã e vive com seus tios. Eles foram expulsos do lugar onde moravam, e Sonea está muito revoltada com tudo isso.

Ela estava com alguns amigos quando os magos estavam passando, e então Sonea decide atirar uma pedra contra eles, sabendo que nada poderá atingi-los, já que eles possuem um escudo protetor que só pode ser ultrapassado por pessoas que possuem o dom da magia.
Acontece algo inesperado: a pedra de Sonea atravessa o escudo protetor e atinge a têmpora de um mago que acaba ficando inconsciente.

Ou seja, aconteceu algo que os magos definitivamente não queriam: uma maga destreinada está à solta, e poderá trazer muitos perigos à todos.

"Uma coisa era certa: a vida ia ficar bastante interessante quando ela fosse encontrada."
Página 141

Já fazem alguns aninhos que o primeiro livro da Trilogia do Mago Negro lançou aqui no Brasil, e desde então ele sempre esteve na minha lista de desejados. Quando eu o comprei, acabei deixando-o de lado e não o li.

 Algo que me impedia era eu achar que o livro teria uma narrativa um pouco mais complicada e com trocentos personagens, coisa muito comum em livros de fantasia. Como toda regra tem uma exceção, O Clã dos Magos tem uma narrativa bem simples, que dificilmente irá confundir o leitor no decorrer do livro, o que foi um ponto muito positivo.

O livro pode assustar pelo tamanho, mas suas páginas passam muito rapidamente, já que ficamos acompanhando todo o processo de Sonea se escondendo dos magos e eles a perseguindo. O legal dele é que conseguimos visualizar tanto o lado de Sonea quanto o dos magos, o que é ótimo!

O que mais eu tenho a dizer é que este é um ótimo livro de fantasia, que vai fazer o leitor querer muito a continuação. (:

"Por que o braço quebrado do filho de uma Casa é mais importante que o braço quebrado de um morador da favela?"
Página 248

------------

Título: O Clã dos Magos
Autora: Trudi Canavan
Editora: Novo Conceito
Nº de Páginas: 446
Avaliação: Muito Bom (4/5)

"Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.
Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente.
Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos."
(Skoob)



sábado, 14 de março de 2015

Maurício Gomyde agora é Intrínseca


Olá pessoal!

Hoje venho dar uma passadinha bem rapidinho por aqui para dar uma grande notícia para vocês: o nosso autor parceiro, Maurício Gomyde, foi contratado pela editora Intrínseca! \o/


O livro saíra no segundo semestre deste ano, mas ainda não possui um título. Para saber mais, acesse o site do autor: mauriciogomyde.com

E vim aqui também para pedir desculpas à todos por ter postado muito pouco essa semana, mas minhas aulas enfim voltaram e está simplesmente uma loucura! Chego em casa cansada e tenho milhões de coisas para fazer, quando percebo já estou indo para a cama. Espero que as coisas se regularizem logo, mas não irei garantir nada, já que o Ensino Médio é uma coisa nova para mim e está tudo maluco por causa da greve que ocorreu.

Beijinhos




segunda-feira, 9 de março de 2015

O Lado Bom da Vida-Matthew Quick

O livro começa com a saída de Pat Peoples de uma clínica psiquiátrica, onde ele costumava chamar de "lugar ruim". De início não temos muitas informações sobre o porquê dele ter ido parar lá, mas logo percebemos que pode ser algo ligado à sua amada Nikki.

Antes de parar da clínica, Nikki decidiu separar-se de Pat, uma época que Pat chama de "tempo separados". Isso fez ele achar que era um péssimo marido e que foi culpa dele ela ter optado por uma separação, mas Pat tem esperanças de voltar para Nikki.
Desde então, Pat faz tudo para agradar Nikki: ele emagrece para agradar Nikki, ele trata melhor as pessoas para agradar Nikki, ele lê livros para agradar Nikki, ou seja, ele faz TUDO pensando em Nikki.

Quando Pat volta para a casa dos seus pais, ele tem cada vez mais certeza de que vai conseguir reconquistar Nikki em breve, mas todos ao seu redor parecem evitar o assunto.

Então, certo dia, um amigo de infância de Pat convida-o para ir à um jantar na casa dele. Lá ele conhece Tiffany, a cunhada de seu amigo que se mostrará uma ótima - e meio doida - amiga, que irá ajudá-lo à superar Nikki.

"Eu gosto mesmo de ser o sol, que é exatamente o que permite que as nuvens tenham o contorno luminoso, o que prova que todas as coisas têm um lado bom."
Página 173

A adaptação cinematográfica de "O Lado Bom da Vida" fez um grande sucesso e rendeu até um Oscar para a nossa queridinha Jennifer Lawrence. Claro que eu fiquei muito interessada em ler o livro, mas eu não sentia que ele era uma prioridade dentre os meus livros desejados.
O tempo passou e eis que a Black Friday do ano passado chegou e me fez uma promoção tentadora deste livro, então eu me rendi às garras dele e o comprei.

O livro estava bem parado e chato até as primeiras 140 páginas. Eu o achava repetitivo e pensei que eu não ia conseguir gostar dele. Quando as coisas ganharam mais movimento, minha opinião sobre o livro mudou drasticamente e eu dei muitas risadas com as cenas.

Pat foi um personagem que me incomodou bastante no início, pois ele era extremamente infantil e chato. Eu realmente tentava considerar o fato dele ter passado por uma clínica psiquiátrica, mas algumas coisas não tinham cabimento!

O livro valeu a pena. É muito divertido e engraçado, e pretendo ver o filme logo! :D

"Muitas vezes a vida real acaba mal (...) e a literatura tenta documentar essa realidade, mostrando-nos que ainda é possível suportá-la com nobreza."
Página 193

------------

Título: O Lado Bom da Vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Nº de Páginas: 256
Avaliação: Muito Bom (4/5)

"Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida."
(Skoob)


sexta-feira, 6 de março de 2015

Wishlist #51


Oláaaa pessoal, tudo bem?
Março é o mês do meu aniversário (Niguém te perguntou, Rafa!), e quando estamos de aniversário, gostamos também de ganhar presentes, não adianta negar.
Vamos ver os livros que eu coloquei recentemente na lista de desejados? (Espero que meus amigos também vejam esse post. rçrçrçrç)

"A Teoria de Tudo", de Jane Hawking
Publicado pela Editora Única


A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.
Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único.
Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.

Ainda não assisti A Teoria de Tudo, mas ele era o meu favorito entre os indicados para o Oscar (e não ganhou :/). Claro que eu quero muito ler o livro que inspirou o filme, já que, desde que eu soube quem era Stephen Hawking eu fiquei muito interessada em sua história.

"Por Isso A Gente Acabou", de Daniel Handler
Publicado pela Editora Companhia das Letras


Por isso a gente acabou trata, com a comicidade típica do autor, de uma situação difícil pela qual todos um dia irão passar: o fim de uma relação amorosa e toda a angústia, tristeza e incerteza que essa vivência pode gerar. Min Green e Ed Slarteron estudam na mesma escola e, depois de apenas algumas semanas de convívio intenso e apaixonado, acabam o namoro.
Depois de sofrer muito, Min resolve, como marco da ruptura definitiva, entregar ao garoto uma caixa repleta de objetos significativos para o casal junto com uma carta falando sobre cada um desses objetos e do episódio que ele representou, sempre acrescentando, ao final, uma nova razão para o rompimento. Essa carta é o texto de Por isso a gente acabou, que é, assim, carregado de um tom informal e tragicômico - características da personagem - e traduz com um misto de simplicidade e profundidade a história de uma separação.
Imerso neste universo adolescente, o leitor conhecerá a divertida personalidade de Min, uma garota apaixonada por filmes cujo sonho é ser diretora de cinema, e as idas e vindas deste romance, desde o dia em que os dois conversaram pela primeira vez até o instante em que tudo acabou.

Ouvi falar que este livro é bem engraçado e divertido, e já estou querendo saber porque Min e Ed terminaram.

"O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks", de E. Lockhart
Publicado pela Editora Seguinte


Aos catorze anos, Frankie Landau-Banks era uma garota comum, um pouco nerd, que frequentava a Alabaster, uma escola tradicional e altamente competitiva. Mas tudo muda durante as férias. Na volta às aulas para o segundo ano, o corpo de Frankie havia se desenvolvido, e ela havia adquirido muito mais atitude. Logo ela chama a atenção de Matthew Livingston, o cara mais popular do colégio, que se torna seu novo namorado e a apresenta ao seu círculo de amigos do último ano. Então Frankie descobre que Matthew faz parte de uma lendária sociedade secreta - a Leal Ordem dos Bassês -, que organiza traquinagens pela escola e não permite que garotas se juntem ao grupo. Mas Frankie não aceitará um "não" como resposta. Esperta, inteligente e calculista, ela dará um jeito de manipular a Leal Ordem e levantará questionamentos sobre gênero e poder, indivíduos e instituições. E ainda tentará descobrir se é possível se apaixonar sem perder a si mesma.

Não dava nada por esse livro antes de saber sobre o que ele falava. Já gostei de Frankie antes mesmo de ler o livro! :P

Espero que tenham gostado! :D

quarta-feira, 4 de março de 2015

O que eu li em... Fevereiro|2015


Olá pessoal, tudo bem?
Hoje eu vim, mais uma vez, contar para vocês as minhas leituras do mês passado. Vamos conferir?

Minha primeira leitura do mês foi "Bruxos e Bruxas" do autor James Patterson em parceria com a autora Gabrielle Charbonet.
A capa desse livro é linda, já a estória não é tão boa assim... Conhecemos Whit e Whisty Algood, dois irmãos que são capturados por serem acusados de bruxaria.

Acesse minha resenha clicando AQUI.





Minha segunda leitura do mês foi Morte Invisível, o segundo livro da série que tem como protagonista a enfermeira Nina Borg.
No livro, dois garotos encontram algo muito valioso e perigoso nas ruínas de um hospital. Essa coisa que eles encontraram irá trazer muito sofrimento para muitas pessoas. Para saber o que é, só lendo mesmo.

Acesse minha resenha clicando AQUI.





Li também Big Bang; A Teoria-Guia Não Autorizado da Série, que é um guia para fãs da série The Big Bang Theory.
Foi um livro revoltante... bom, não há o que falar, apenas sentir.

Acesse minha resenha clicando AQUI.







Para "neutralizar" a raiva que eu senti com o livro anterior, fechei o mês com o sucesso O Lado Bom da Vida, do autor Matthew Quick.
É um livro supeeer divertido, que fala sobre um homem que acabou de sair de uma clínica psiquiátrica e que não sabe o que fez ele ir para lá. Sua única certeza é que ele ama Nikki, a sua esposa que ele ficou afastado por um tempo que ele chamava de "tempo separados".

A resenha sai segunda-feira, dia 08/03.





Estou lendo no momento...

Estou lendo o primeiro livro da Trilogia do Mago Negro, O Clã dos Magos. Estou gostando do livro, mas só li cinco capítulos, por isso não vi nada de muito extraordinário nele por enquanto.
Todos falam muito bem dele, acho que irei gostar, é só eu avançar um pouco mais na leitura. :D










terça-feira, 3 de março de 2015

As primeiras impressões de... A Mais Pura Verdade

Olá pessoal!!

Há alguns dias, a Editora Novo Conceito me enviou a "prova" de um dos lançamentos mais esperados de março: A Mais Pura Verdade, que fala sobre um menino chamado Mark, que é uma das vítimas do câncer. Mark tem o sonho de escalar o Monte Rainier, mesmo que isso seja a última coisa que ele faça em sua vida.

Essa amostra é só até a página 95 e eu estou DOIDA para saber o que vai acontecer com Mark. Eu sou uma chorona, e sem mesmo saber o que irá acontecer, já estava me debulhando em lágrimas. Hahahaha
Por ser apenas uma amostra do livro, muitas coisas ainda não foram respondidas.

Cada capítulo é dividido em duas partes, sendo que a primeira delas é narrada por Mark e a segunda em terceira pessoa. Achei isso muito legal, pois assim conseguimos ver o lado de Mark e também o lado da família e da melhor amiga dele, que está doida procurando por ele.

Estou eufórica para saber o que irá acontecer, aposto que você também ficará!

A Mais Pura Verdade-Dan Gemeinhart: Lançamento dia 23 de Março.



segunda-feira, 2 de março de 2015

Big Bang: A Teoria-Guia Não-Autorizado da Série-George Beahm

Hoje eu vim falar sobre um livro diferente, que não possui uma história nem nada do gênero. Então, a "resenha" que vou trazer para vocês hoje vai ser bem breve, ok?

Como o próprio nome diz, ele é um guia para fãs da série The Big Bang Theory (ou Big Bang: A Teoria), que é uma série que eu gosto muuuuuuuuito e que até já falei sobre ela AQUI. Eu comecei à assisti-la lá por 2012, mas eu era viciada mesmo em 2013. Lembro que o Submarino estava com vários livros em promoção e paguei só 9,90 nesse, mas eu ainda não havia lido, e bom... quem dera se eu não tivesse lido!

Achei o início do livro ótimo, pois temos informações sobre a série e o elenco, o que é muito legal, pois existem várias curiosidades que eu achei muito bacanas! O problema foi que o negócio foi desandando de um jeito ridículo.

Tudo piorou quando o livro começou à dar dicas de "como você pode ser um nerd" e "libertar o seu nerd interior". GENTE, vamos parar né?
Se você é nerd, otaku, geek, emo, gótico, etc. isso deve partir de você, ou pelo menos eu acho que deva. Afinal, isso é algo que deve vir de você, do seu jeito, da sua personalidade. Eu não achei legal que, no livro, todas essas dicas são baseadas em coisas totalmente superficiais. Muitas coisas que eu entendia do livro eram tipo: "Vista roupas de "nerd", aja como tal, mas você não precisa ser, apenas aparentar ser."

Eu sinceramente achei isso ridículo, o que é uma pena, que no quesito guia ele é bem legal, mas essa parte estragou o livro todo para mim. Pelo menos, as curiosidades do início eram bem legais e a diagramação é bem bonita, mesmo que em folhas brancas.

-------------

Título: Big Bang; A Teoria-Guia Não Autorizado da Série
Autor: George Beahm
Editora: Universo dos livros
Nº de Páginas: 336
Avaliação: Ruim (1/5)

"'Big Bang - A Teoria' é um guia que apresenta informações e curiosidades a respeito da série, mostra ao leitor as origens do seriado, os personagens por meio de análises e como desenvolver o lado geek/nerd. "







domingo, 1 de março de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Glory


Olá pessoal, tudo bom?
Semana passada teve o Oscar, e é claro que eu fui assistir (e é claro também que minhas apostas deram errado, mas ok, é a vida).
E hoje eu vim trazer uma música maravilhosa que provavelmente vocês já devem saber qual é!

Glory-John Legend feat. Common



"Glory" foi a música que ganhou o Oscar de Melhor Música Original, e eu achei super merecido, pois a música é linda e simplesmente sensacional!
Segue abaixo a apresentação deles na premiação, é de arrepiar:


Uma ótima semana e um ótimo mês de março! ^^



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leitores!

Todos os textos são feitos por nós, não copie sem por os devidos créditos! Plágio é crime!. Tecnologia do Blogger.

Newsletter

Arquivo

Rafa está lendo

Siga-nos