quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Retrospectiva Literária 2015


Olá pessoal!
Estamos no último dia do ano de 2015, um ano que, confesso, foi muito intenso para mim. Comecei o Ensino Médio e as responsabilidades maiores começaram bater em minha porta. Não li tudo o que esperava, por isso ano que vem espero me organizar melhor.
Então vamos rever minhas leituras desse ano que já está indo embora?

1-O primeiro livro lido do ano:
No início do ano concluí a leitura do último livro da Saga do Mago. Curiosamente, a minha primeira leitura do ano passado foi o primeiro da saga, uma coincidência que achei incrível!
Aliás, a saga é recomendadíssima para os amantes de fantasia! :D


2-O Último livro lido do ano:
Sou muito fã do Cabine Literária, canal que, se vocês não conhecem, devem conhecer logo depois de lerem essa retrospectiva. O Danilo Leonardi é o dono e criador do Cabine e autor deste livro, que foi o último que li no ano.
Não contarei sobre a estória e deixarei para a resenha que só irá ser publicada no ano que vem, ainda sem data de previsão.

3-Um livro que me fez rir:
Um minuto de silêncio para o quão engraçado é este livro. Não tem como não rir com Pat e Tiffany. Simplesmente não tem. Se vocês leram, sabem do que estou falando. 
Uma meta para 2016 é assistir o filme do livro, que não ouvi falar bem, mas vou assistir para tirar minhas próprias conclusões.


4-Um livro que me fez chorar:
Meu. Deus.
Este livro. Alguém pare este livro, por favor!
Provavelmente uma das melhores leituras do ano todo e sem dúvidas o que me fez chorar mais. 
Pensem numa pessoa desidratada depois de uma crise incontrolável de choro. Prazer, euzinha!


5-Um livro que me surpreendeu:
Eu esperava um livro bom, mas Joe Hill, meu amigo, você tá com tudo!!!
Um livro com sua boa dose de terror e drama, misturados com um bom thriller resultaram em "Amaldiçoado".
Outro que também preciso assistir a adaptação em 2016. ME LEMBREM!


6-Um livro que me decepcionou:
Sabe quando você espera um livro maravilhoso e não chega nem na pontinha do pé da sua idealização? Foi isso que aconteceu com "Corvos".
Minhas expectativas foram dilaceradas e o livro é bem "mais ou meninhos". A resenha sai ainda nesta semana.

7-Protagonista do ano:
Theodore Finch, de "Por Lugares Incríveis" ganhou meu coração! Um ótimo protagonista, não que Violet, que também protagonista do livro , não seja, mas Finch é sensacional.
Ele é engraçado, excêntrico e totalmente crível! Não consigo não colocá-lo aqui!
E, pessoas talentosas na área do desenho, vamos fazer mais fan arts de "Por Lugares Incríveis"? Por favor.

8-Coadjuvante do ano:
Ian Clarke de "Perdida", livro nacional escrito pela Carina Rissi, faz corações suspirarem por esse gentleman do século XIX.
A resenha do livro também sairá ano que vem, onde falarei mais sobre o livro. 
(Imagem ilustrativa, porém concordo com o fato deste ator representá-lo bem)

9-Casal do ano:
Eleanor e Park de "Eleanor & Park" MITAM quando o assunto é casais maravilhosos. As diferenças sociais e financeiras diferem o casal da maioria. Não há o que dizer, apenas sentir! <3

10-Melhores livros do ano:
Esses são os livros que receberam a avaliação máxima de 5 estrelas (por ordem de leitura). Clique para ser redirecionado às respectivas resenhas:
Os 13 Porquês-Jay Asher (Resenha só em 2016)

Li em 2015 35 livros.

Expectativas para 2016:
Eu quero fazer tudo mais: ler mais, estudar mais, ver mais seriados, atualizar mais o blog, ser mais saudável, etc. Vou manter a meta de 50 livros que eu nunca consigo cumprir, mas FÉ NO PAI QUE AGORA VAI!

Um ótimo 2016 para todos vocês!!!!


segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Passarinhos

Olá pessoal!! Estamos aqui com a última edição da coluna "A Mais Ouvida da Semana" de 2015!!
Eu sei que eu deveria ter postado ontem, por isso finjam que hoje é domingo, ok?

Passarinhos-Emicida ft. Vanessa da Mata


Antes eu não era, ou apenas dizia não ser, uma pessoa eclética. Hoje em dia eu ando ouvindo algumas coisas diferentes do meu estilo musical "principal", e, por meio da indicação de um amigo, ouvi essa música que gente... É maravilhosa!!!! O clipe também é sensacional! Recomendo!



sábado, 26 de dezembro de 2015

A Escola do Bem e do Mal #01-Soman Chainani

De quatro em quatro anos, duas crianças do povoado de Gavaldon são sequestradas. Uma delas vai para a escola do bem e a outra para a escola do mal. Ao irem para suas respectivas escolas, elas estudam e são treinadas para participarem de um conto de fadas, cada um com seu respectivo papel de acordo com suas notas na escola.

Sophie acha que tem tudo para ser uma princesa: é delicada, se veste bem, tem a pele super hidratada, usa "roupas de princesa", etc. Além disso, ela acha que fazer caridades como distribuir para a cidade seus cremes para o rosto vai fazê-la uma boa menina. Uma de suas caridades é ser amiga de Agatha, que é totalmente seu oposto.

Diferentemente de Sophie, Agatha não é delicada, não se veste como uma princesa, seu cabelo é oleoso e ela vive próxima a um cemitério. Todos na cidade têm a plena certeza que, caso ela seja sequestrada pelo Diretor da Escola, ela irá para o mal, afinal, ela tem tudo para ser uma bruxa.

Acontece que, na noite do sequestro, as duas amigas são sequestradas juntas, entretanto algo inesperado acontece: Agatha vai para o bem e Sophie para o mal, sendo que, aparentemente, deveria ser o contrário. Provavelmente foi um erro.

Ou será que não?

Contos de fadas estão presentes na vida de quase todo mundo, isso é fato. Quem não conhece as histórias da Branca de Neve, Cinderela, Aladim, Bela e a Fera...? Imagina que louco seria se todos eles fossem interpretados na vida real e as pessoas fossem treinadas para isso? É mais ou menos isso que acontece nas escolas do bem e do mal.

As duas protagonistas são leitoras comuns, como nós. Isso foi um ponto bem legal do livro, afinal, quem nunca quis ser, pelo menos uma vez, personagem de um conto de fadas ou de qualquer estória?

O livro é, obviamente, indicado para o povo mais jovem, que ainda não possui tanta experiência literária, entretanto, me surpreendeu com sua riqueza de detalhes. Os valores contidos no livro e as lições que ele passa são incríveis e de caráter altamente educativo. Vale a pena ler! ;D

------------

Título: A Escola do Bem e do Mal
Autor: Soman Chainani
Editora: Gutenberg
Nº de páginas: 352
Avaliação: Bom (3/5)
Skoob | Orelha de Livro

"No povoado de Gavaldon, a cada quatro anos, dois adolescentes somem misteriosamente há mais de dois séculos. Os pais trancam e protegem seus filhos, apavorados com o possível sequestro, que acontece segundo uma antiga lenda: os jovens desaparecidos são levados para a Escola do Bem e do Mal, onde estudam para se tornar os heróis e os vilões das histórias.
Sophie torce para ser uma das escolhidas e admitida na Escola do Bem. Com seu vestido cor-de-rosa e sapatos de cristal, ela sonha em se tornar uma princesa. Sua melhor amiga, Agatha, porém, não se conforma como uma cidade inteira pode acreditar em tanta baboseira. Ela é o oposto da amiga, que, mesmo assim, é a única que a entende. O destino, no entanto, prega uma peça nas duas, que iniciam uma aventura que dará pistas sobre quem elas realmente são."
(Skoob)



sábado, 19 de dezembro de 2015

Netflix compra direitos da série "Shadowhunters"


A Netflix anunciou que comprou os direitos de exibição da série baseada em “Os Intrumentos Mortais", da autora Cassandra Clare.

Confira o teaser:



Eu só li o primeiro livro da série e não continuei, mas acho que vou assistir a série mesmo assim. Confira minha resenha do livro AQUI. Quando eu li parecia um livro maravilhoso, mas logo depois percebi que, na realidade, não tinha sido aquilo tudo.

O primeiro episódio estará disponível no catálogo da Netflix a partir do dia 13 de janeiro de 2016

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Para Onde Ela Foi-Gayle Forman

Esta resenha contém spoilers do livro "Se Eu Ficar". Para ler a resenha do primeiro livro clique AQUI.


Se você leu "Se Eu Ficar" (e eu realmente espero que você tenha lido. É sua última chance de não tomar uma chuva de spoilers.), você deve lembrar que o livro termina com a Mia acordando do coma na presença do seu namorado Adam.

Então, Para Onde Ela Foi se passa um ano depois desse ocorrido. Mia está na Juilliard, a faculdade de música, e Adam está fazendo muito sucesso com a sua banda. Entretanto, os dois não estão mais namorando. Mia terminou com Adam pouco tempo depois de ter acordado do coma e, desde então, eles não se falaram mais.

Depois disso, Adam mudou bastante: ele fuma, é estourado e ansioso e toma muitos remédios. Ele está prestes a fazer uma turnê do seu novo disco, entretanto não está tão feliz com isso. Quando está andando por Nova York, vê uma placa de um concerto de Mia, quem ele nunca deixou de pensar. 

Ao se encontrarem depois do concerto, os dois precisam conversar, responder e compreender as dúvidas que ainda estavam no ar e, quem sabe, até mesmo tentar uma reconciliação.

"Quem quer que diga que o passado não está morto voltou no tempo. É o futuro que já está morto, já acabado. Essa coisa toda foi um engano. Não vai me deixar rebobinar. Ou desfazer os erros que cometi. Ou as promessas que fiz. Ou tê-la de volta. Ou ter a mim mesmo de volta."
Página 124

Se vocês leram minha resenha sobre "Se Eu Ficar" sabem que eu não achei lá aquelas coisas, mas, mesmo assim, arrisquei em ler a continuação, que, para mim, não foi surpreendente nem decepcionante, apenas o esperado.

Diferentemente do primeiro livro, este é narrado por Adam ao invés de Mia, o que eu achei muito legal, pois mostra o ponto de vista dele atualmente e também na época do acidente. O amadurecimento e mudança do casal é incrível, pois desmanchou aquele casalzinho perfeitinho do primeiro livro.

A diagramação por dentro é maravilhosa, com as notas musicais em todas as páginas, mantendo o estilo original. Mas gente... Essa capa machuca meu coração fortemente! Nada a ver, Novo Conceito!

Mesmo não tendo achado o livro 1 sensacional, achei interessante ter lido a continuação, pois muitas dúvidas são respondidas e tudo "se fecha", mesmo que siga o mesmo ritmo do primeiro.

"(...) - Sua boboca. (...) Você não me divide. Você me tem."
Página 210

------------

Título: Para Onde Ela Foi
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Nº de Páginas: 240
Avaliação: Bom (3/5)

"Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce."
(Skoob)






domingo, 13 de dezembro de 2015

A Mais Ouvida da Semana-Survivor


Olá pessoal, tudo bom? Já estão de férias? Quem, como eu, ainda não está, vamos curtir uma musiquinha para aliviar a tristeza de ter que voltar à rotina amanhã?

Survivor-Clarice Falcão


Fazem alguns anos que já acompanho o trabalho da Clarice e, como uma grande fã, fui assistir seu novo clipe. A música ficou ótima, o clipe ficou sensacional e a letra da música é incrível. Puxo o saco mesmo, mas, na minha opinião, todos deveriam ouvir! :D

Espero que tenham gostado


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Wishlist #55

Olá pessoal, tudo bom?
Vamos conferir os livros que estão na minha lista de desejos? O natal está chegando e, para ser uma Wishlist especial, colocarei um livro de bônus! :D

"Selva de Gafanhotos", de Andrew Smith
Publicado pela Editora Intrínseca


"Na pequena cidade de Ealing, Iowa, Austin e seu melhor amigo, Robby, libertam acidentalmente um exército incontrolável. São louva-a-deus de um metro e oitenta de altura, completamente tarados e famintos. Essa é a verdade. Essa é a história. É o fim do mundo e ninguém sabe o que fazer.
Com todos os elementos obrigatórios de um romance apocalíptico, Selva de gafanhotos mistura insetos gigantes, um cientista louco, um fabuloso bunker subterrâneo, um mal resolvido triângulo amoroso-sexual e muita, muita confusão, e está longe de tratar apenas do fim do mundo.
Engraçado, intenso e complexo, o livro fala de um jeito inovador de adolescência, relacionamentos, amizade e, claro, de temas um tanto mais inusitados, como testículos dissolvidos e milho modificado geneticamente. Um romance surpreendente sobre a odisseia hormonal, amorosa e intelectual que é essa fase da vida."

Muitos comentários positivos e negativos estão rondando este livro, mas a estória me interessou e quero tirar minhas próprias conclusões. Ainda não decidi se gostei ou não dessa capa cor de marca-texto! ahauhau

"A Febre", de Megan Abbott
Publicado pela Editora Intrínseca


"Na Escola Secundária de Dryden, Deenie, Lise e Gabby formam um trio inseparável. Filha do professor de química e irmã de um popular jogador de hóquei da escola, Deenie irradia a vulnerabilidade de uma típica adolescente de 16 anos. Quando Lise sofre uma inexplicável e violenta convulsão no meio de uma aula, ninguém sabe como reagir.
Os boatos começam a se espalhar na mesma velocidade que outras meninas passam a ter desmaios, convulsões e tiques nervosos, deixando os médicos intrigados e os pais apavorados. Os ataques seriam efeito colateral de uma vacina contra HPV?
Envoltos em teorias e especulações, o pânico rapidamente se alastra pela escola e pela cidade, ameaçando a frágil sensação de segurança daquelas pessoas, que não conseguem compreender a causa da doença terrível e misteriosa."

O livro tem tudo para ser ótimo, embora os comentários e avaliações sobre ele não sejam os melhores. Como disse acima, prefiro tirar minhas próprias conclusões.

"A Garota no Trem", de Paula Hawkins
Publicado pela Editora Record


"Um dos maiores fenômenos editoriais dos últimos tempos, o thriller psicológico The Girl on the train, de Paula Hawkins, surpreendeu até mesmo seus editores e a própria autora, nascida e criada no Zimbábue, que vive em Londres desde os 17 anos: em menos de um mês, o livro – que vem sendo comparado pela crítica a uma mistura de Garota exemplar e Janela indiscreta – ultrapassou a impressionante marca de 500 mil exemplares vendidos e alcançou o primeiro lugar nas listas de mais vendidos em todos os países em que foi publicado (Reino Unido, Irlanda, EUA e Canadá) desde seu lançamento em janeiro. A trama, que gira em torno do desaparecimento de uma jovem mulher, com três narradoras femininas duvidosas, conquistou fãs como o mestre do mistério Stephen King, que publicou em sua conta do Twitter que o “excelente suspense” o manteve acordado a noite inteira: “a narradora alcoólatra é mortalmente perfeita”.
O livro segue uma linha de recentes sucessos literários de uma nova geração de autoras que vem redefinindo as convenções do gênero policial, com personagens femininos complexos que fogem do estereótipo de vítimas ou megeras, e tramas que criam suspense a partir de evoluções psicológicas sutis e dinâmicas ardilosas do casamento e relacionamentos."

Ultimamente tenho me interessado bastante por livros que saem da minha zona de conforto e esse livro parece interessantíssimo! Nem preciso dizer que QUERO.

"Social Killers", R. J. Parker e J. J. Slate
Publicado pela Editora Darkside


"Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente verdadeiro. Seus autores, RJ Parker e JJ Slate, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia.
Parker e Slate deixam claro que esse não é um fenômeno novo. Muito antes da internet, criminosos usavam classificados de jornal para descobrir e atrair suas presas. Mas o anonimato da web permite que cada vez mais lobos usem roupas de cordeiro nas suas fotos de perfil.
Mas existe luz no fim do túnel. Analisando mais de trinta casos famosos, os autores demonstram como as forças da lei estão usando, com sucesso, as novas ferramentas de comunicação para investigar e prender foras da lei e desmantelar quadrilhas. E ainda ensinam dicas de segurança. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um alerta para todos nós, que passamos tanto tempo conectados."

De todos os livros dessa lista, esse é o que eu mais quero, como também é o  mais diferente dos livros que eu costumo ler. É um assunto que me interessa bastante e estou louca para ler esse livro. Prevejo Rafaela ficando paranoica com novas solicitações... Ahuahua

Espero que tenham gostado! :D



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leitores!

Todos os textos são feitos por nós, não copie sem por os devidos créditos! Plágio é crime!. Tecnologia do Blogger.

Newsletter

Rafa está lendo

Siga-nos