segunda-feira, 29 de julho de 2013

Delírio-Lauren Oliver

O amor agora é considerado uma doença, e não uma doença qualquer: o amor é mortal.
Mas, para isso, encontraram uma solução. A chamada "intervenção" veio para ficar. Depois que o cidadão completa 18 anos e passa por um teste, ele passa por uma cirurgia para não correr o risco de amar. Além disso, o governo quem decide o futuro da pessoa: com quem vai casar, a faculdade que irá cursar, no que trabalhar e quantos filhos ter. As pessoas com menos de dezoito anos são vulneráveis ao amor delíria nervosa, então é por isso que o convívio de meninos com meninas é proibido.

Lena não vê a hora da sua intervenção chegar. O histórico da sua família não é dos melhores, já que sua mãe se suicidou por causa do delíria.
Mas então aparece Alex, um garoto por quem Lena se apaixona.

A luta contra o governo e o amor entre os dois nos mostram uma história linda e repleta de aventura. Com personagens bem construídos e uma distopia de tirar o fôlego.
Lena é uma mocinha fora do comum, pois ela não é frágil, não é lenta e é muito esperta.
E Alex é lindo, perfeito, tudo de bom! haha

Para quem gostou de Jogos Vorazes ou de outras distopias, essa é recomendadíssima! Vale a pena ler.

"Você pode morrer de amor ou da falta dele."
Página 9
-----------

Título: Delírio
Autora: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Avaliação: Ótimo (5/5)
Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?.

Um comentário :

  1. Oi Rafa....eu estava sumida do seu blog. Tenho esse livro aqui em casa, mas ainda não li porque estou esperando comprar o 2º livro da série.

    Beijos

    ResponderExcluir

Nós adoramos comentários e saber o que vocês acharam das postagens, mas tem algumas regras:
-O espaço dos comentários é para os leitores, então não venha divulgar o blog por aqui. Se quiser divulgar, mande-nos um e-mail. ;D
-Comente sobre o post em questão.
-Não critique de forma grosseira e nem ofenda as pessoas. Críticas são bem vindas, mas educação, por favor! (Caso isso aconteça o comentário será removido.)
Sendo assim, você pode comentar à vontade! ;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leitores!

Todos os textos são feitos por nós, não copie sem por os devidos créditos! Plágio é crime!. Tecnologia do Blogger.

Newsletter

Arquivo

Rafa está lendo

Siga-nos