terça-feira, 21 de abril de 2015

O Teorema Katherine-John Green

Colin Singleton é um adolescente de 17 anos que já foi uma criança prodígio. Ele terminou o Ensino Médio recentemente, tem um melhor amigo chamado Hassan, é viciado em anagramas e já namorou com DEZENOVE meninas chamadas Katherine. Todas as dezenove, com nenhuma letra a mais ou a menos. Ah, tem um detalhe: todas elas também terminaram com ele.

Após seu décimo nono fora, Colin fica extremamente deprimido e resolve ir com Hassan para uma viagem sem um destino certo. Então, ambos embarcam no Rabecão de Satã (o carro de Colin) e saem felizes da vida sem rumo por aí.

No momento em que avistam uma placa que diz que o túmulo do arquiduque Francisco Ferdinando fica próximo, eles resolvem visitar o tal túmulo. No fim, nessa cidadezinha onde está situado o túmulo, eles acabam conhecendo Lindsey e Hollis (filha e mãe, respectivamente) e lá acabam conseguindo um emprego temporário.

No meio de tudo isso, Colin - que está cansado de ser apenas um ex-prodígio e almeja ser um gênio de verdade - está trabalhando em um teorema cujo o objetivo é prever quando um relacionamento irá terminar, baseado em dados chave. Afinal, será que esse teorema tem algum sentido e Colin conseguirá atingir o "momento eureka" dele?

"Aquele sorriso seria capaz de pôr fim a guerras e curar o câncer."
Página 44

E cá estamos novamente com a resenha de mais um título do meu amado João Verde! uhu \o/
O Teorema Katherine foi o terceiro livro que eu li do autor, e achei bem diferente das outras obras dele, embora tenha muitas semelhanças.

A coisa mais "John Greeniana" presente no livro é o fato de nosso protagonista ter um grande objetivo de encontrar ou ser alguém, características que encontramos também em Augustus Waters (A Culpa é das Estrelas) e Miles Halter (Quem é você, Alasca?).
Colin tem uma gana gigante por ser um gênio, e não apenas mais um ex-prodígio do mundo. Ele quer ser importante à qualquer custo.

Ainda falando de Colin, achei ele um personagem aceitável, porém algumas coisas me irritavam muito! Sem dúvidas, Hassan rouba a cena fazendo o livro ficar muito mais divertido e leve.

O Teorema Katherine é um bom livro, mas começa em um ritmo e permanece nesse mesmo ritmo, sem grandes acontecimentos. É um livro engraçadíssimo, daqueles que você não consegue segurar o riso, mesmo que em público.

Embora seja um livro destinado aos jovens, nos mostra muitas coisas e nos traz muitas lições. Vale a pena ler, porém não espere taaaaaanto assim dele.

"Qual o sentido de estar vivo se você nem ao menos tenta fazer algo extraordinário? Que estranho acreditar que um Deus lhe deu a vida e, ao mesmo tempo, achar que a vida não espera de você nada mais que ficar vendo TV."
Página 46
------------

Título: O Teorema Katherine
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Nº de Páginas: 304
Avaliação: Bom (3/5)

"Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera."
(Skoob)



5 comentários :

  1. Rafa, eu ainda não pude ler. Conheço algumas obras dele e gosto muito. John Green tem uma ótima escrita e adora as formas que os seus personagens se vingam de ex-namorados. kkkk
    Beijos, fernanda d.
    novoromance.com.br

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. O único que ainda não li dele, porém como amei todos os outros espero não me decepcionar, esse é o que menos ouvi falar bem.

    http://www.eumaislivros.com.br/

    ResponderExcluir
  4. O único que ainda não li dele, porém como amei todos os outros espero não me decepcionar, esse é o que menos ouvi falar bem.

    http://minhapaixao-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Rafa, infelizmente não curto muito as histórias de John Green, por mais que esse livro seja engraçado, com uma narrativa legal, mesmo que arrastada e engraçado infelizmente não me interessei :/ Mas, sua resenha ficou bem legal, curti muito conhecer um pouco mais da obra, acho que minha mãe vai gostar, ela ama o autor kkk.

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir

Nós adoramos comentários e saber o que vocês acharam das postagens, mas tem algumas regras:
-O espaço dos comentários é para os leitores, então não venha divulgar o blog por aqui. Se quiser divulgar, mande-nos um e-mail. ;D
-Comente sobre o post em questão.
-Não critique de forma grosseira e nem ofenda as pessoas. Críticas são bem vindas, mas educação, por favor! (Caso isso aconteça o comentário será removido.)
Sendo assim, você pode comentar à vontade! ;D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leitores!

Todos os textos são feitos por nós, não copie sem por os devidos créditos! Plágio é crime!. Tecnologia do Blogger.

Newsletter

Rafa está lendo

Siga-nos